sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Policial militar surpreende a noiva com pedido de casamento durante formatura matinal na Unidade

Momento do pedido de noivado
(4º BPM – GURUPI) – No final da semana pretérita, durante a formatura matinal do 4º Batalhão de Polícia Militar, em Gurupi – TO, o 1º Ten QOPM Marcus Vinícius de Farias surpreendeu a sua noiva Sd QPPM Pabliane Marins de Melo, ao declarar o seu amor por ela e pedir a sua “mão” em casamento. O ato aconteceu logo após o hasteamento das Bandeiras do Brasil e do Tocantins, que tradicionalmente acontece nas Unidades Militares antes do início do expediente.
A iniciativa do militar precedeu de autorização do comando da Unidade, que por sua vez colaborou com a estratégia do 1º Ten Marcus. Previamente combinados, a noiva fora convidada pelo comandante da Unidade, Maj QOPM Flávio Santos Brito para hastear a bandeira do Tocantins, durante o ato que antecede o início das atividades administrativas no quartel. Enquanto isso, o noivo se preparava para fazer a sua declaração de amor à jovem, cujo ato contou com a participação de amigas da noiva e também músicos da Banda de Música da Unidade.
Detalhes
Momento da declaração
Assim que concluiu o hasteamento das bandeiras, antes de retornar ao lugar de origem, a Sd Pabliane foi surpreendida com a declaração de amor feita pelo 1º Ten Marcus, ao som de saxofone e de violão, que proporcionaram um ambiente romântico e de requinte para o pedido de casamento. Bastante emocionada, assim como todos que presenciaram o ato, a noiva disse “SIM” ao pedido, cuja confirmação foi selada com uma aliança posta pelo noivo em seu dedo anelar +da sua mão direita.

Apoio musical
Como forma de abrilhantar mais ainda o ato, o noivo entregou um lindo buquê de flores à noiva, que por sua vez correspondeu à singeleza com beijos recíprocos. O público presente aplaudiu aos noivos e desejou felicidades a eles.



 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós!
Não serão permitidos comentários de qualquer natureza com apoio ao racismo, discriminação ou qualquer apologia a qualquer crime previsto em leis nacionais ou internacionais.
Se a finalidade do seu comentário é fazer qualquer tipo de denúncia, use a página "Contato e Denúncias".